A partir de 1880, inúmeras pessoas vindas de municípios vizinhos, adquiriram terras na região, onde mais tarde se ergueria a ARRAIL DO SENHOR BOM JESUS DAS PALMEIRAS e mais tarde, MATÃO, nome esse que teve origem devido a existência de matas muito densas e de alto porte e era denominado, Campo de Água Vermelha ao Senhor José Innocêncio da Costa, o qual, residia numa choupana situada próxima do Córrego que atualmente separa a cidade da Vila Santa Cruz.

 

Em 1892, já tinham se estabelecido na zona, formando fazendas de café, os senhores Ismael da Silveira Leite e seus irmãos Theófilo Francisco e Sérgio, Amador Pires Corrêa, José de Arruda Campos, Antonio da Silva Coelho, José Brochado Corrêa, Leão Pio Freitas, João Bellintani, Joaquim Gabriel de Carvalho, Theófilo Dias de Toledo e seu irmão Matheus Malzoni e seus irmãos Núncio e Domingos e Augusto dos Santos.

 

Em vista da salubridade do local e objetivando dar mais conforto aos seus moradores, nasceu a idéia da fundação de uma Vila, tanto assim, que em 13/02/1892, houve uma reunião para tal fim.

 

A Comissão recém nomeada, adquiriu do Senhor José Inocêncio da Costa, então proprietário das terras onde futuramente se ergueria a nova Vila, dez alqueires de terras por um conto de réis e fez doação das terras para a fundação da nova povoação. Adquirindo o patrimônio, marcou-se o local onde se ergueria a Capela, dedicada ao Senhor Bom Jesus das Palmeiras, nome esse com que foi batizada a Vila recém fundada.

 

Em fins de 1893 ou começos de 1894, iniciou-se a construção da Capela, sendo que a primeira missa foi celebrada no dia 25/03/1895, data essa que pode ser considerada como a da fundação da antiga Vila do Senhor Bom Jesus das Palmeiras e atual cidade de Matão. A convergência cada vez maior de colonos para a cultura das excelentes e fertilíssimas terras e outras pessoas para estabelecerem-se com casas de comércio e indústrias, exigiu a elevação do novo arraial a Distrito de Paz, já com nome de Matão, com as mesmas divisas anteriores.

 

Demonstrando o grande interesse despertado pela nova Vila, ainda em 1897, aqui chegou o traçado da futura estrada de ferro, sendo que seus trilhos chegaram no local da futura Estação, em fins de 1898. Coroando os trabalhos fecundos de políticos daquela época, através de projetos apresentado e defendido pelo então Deputado Estadual Dr. Francisco de Toledo Malta, foi MATÃO elevado à categoria de Município, desmembrado do município de Araraquara, pela Lei Estadual N.º 567 de 27/08/1898, o qual foi solenemente instalado em 28/03/1899, dia em que tomou posse a primeira Câmara Municipal. 

 

Fonte: Prefeitura Municipal de Matão